Insatiable [Resenha da Série]

Título: Insatiable
Nº de Episódios: 12 (1ª temporada)
Gênero: Comédia, drama
Ano de Lançamento: 2018
Canal Exibido: Netflix

Sinopse: Um advogado insatisfeito com sua vida acaba se tornando um treinador em um concurso de beleza. Lá, ele acompanha uma adolescente tímida, que sonha em ganhar a competição. O advogado só não imagina que a jovem planeja se vingar de todos os colegas que já zombaram dela.

Nota:

Olá leitores lindos do meu coração! Tudo bem com vocês? Espero que sim! Apesar dos pesares e de todas as críticas que essa série recebeu antes mesmo de estrear, decidi dar uma chance a ela e ver no que a série pecou e o que ela tem de potencial a nos oferecer.

Insatiable conta a história de Patty Porpeta, uma menina que após sofrer um acidente muito inusitado (agrediu um mendigo que a chamou de gorda e com isso levou um baita soco e quebrou seu maxilar), emagrece muito repentinamente. Sua primeira missão após se recuperar do trauma é se livrar da pena que poderá ganhar no tribunal pela agressão ao morador de rua. É aí então que ela conhece Bob, um advogado insatisfeito com sua profissão que sonha em se tornar preparador de garotas em concursos de beleza e, ao ajudar Patty no tribunal acaba vendo nela um potencial de beleza e uma chance de fazer aquilo que sempre quis.


Porém, os planos de Patty eram outros: se vingar de todos que a fizeram sofrer quando estava acima do peso e é aí que as coisas começam a desandar.

A série é repleta de humor negro, fala sobre bullying e transtornos alimentares. As críticas que envolvem a trama se baseiam em que a pessoa precisa emagrecer para ser feliz e na prática de gordofobia. Mas eu sinceramente não vi isso. O que percebi foi uma sátira mal-sucedida de falar sobre assuntos que infelizmente são um tabu hoje em dia: homossexualismo, bullying, vulnerabilidade, preconceito, abuso de drogas e pressão que os pais colocam sobre os filhos para serem aquilo que lhe convém.

Sinceramente, achei que a série tinha muito potencial se ela se aprofundasse em todos esses temas que citei acima, porém o que aconteceu foi o contrário, no meio da temporada a trama se perdeu drasticamente e virou um humor negro bem trash e as vezes sem graça nenhuma! 


E, juntando os prós e os contras, infelizmente os contras falaram mais alto nessa resenha. E, a única mensagem reflexiva que consegui tirar da trama foi que boas coisas não acontecem só quando você emagrece, elas acontecem quando você se aceita do jeito que é e aceita as coisas ao seu redor como realmente são. Também curti o personagem Bob na maioria das cenas, me tirou muitas risadas principalmente quando estava se descobrindo ser homossexual.


O final da série foi muito repentino, terminou do nada e me deixou com muita raiva. Agora o jeito é aguardar a 2ª temporada pra ver se a história tomou um rumo melhor.

21 comentários:

  1. Oi, Thamiris

    Eu acompanhei a treta antes da estreia. Uma pena a série não ter sabido aproveitar o que tinha em mãos. Não é porquê é uma comédia trash que ela não poderia prestar um serviço social. Eu honestamente, pelo que ouvi e li, não acho que a série merecia uma segunda temporada. Mas tomara que pelo menos seja melhor.

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, Thami!

    A série realmente parece ter potencial, mas a forma como foi desenvolvida foi bem ruim, rendendo só nas críticas. Nem vou assistir porque imagino que não vou curtir, mas adorei saber um pouco mais sobre a história pela sua resenha!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Eu tinha ficado curiosa assim que ouvi falar da série pela primeira vez, numa matéria sobre a Netflix salvar a série. Mas aí, conforme fui sabendo um pouco mais sobre ela, acabei desanimando e, quando finalmente entrou, nem tive mais vontade de ver. Ainda bem, então, rsrs... Minha lista é muito grande, prefiro ver outra coisa, hehe.
    Amei a resenha sobre a série!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  4. Eu vi várias críticas dessa série, ainda não assisti, que pena que as questões não foram bem abordadas :/

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Não ouvi muitos comentários positivos sobre essa série e como não é muito do meu gênero preferido deixei passar..

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  6. Já tinha ouvido falar mas não é meu estilo então nem vi.rs
    Beijos

    http://www.cherryacessorioseafins.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi, Thamiris.
    Essa série está dando o que falar.
    Ainda não vi nenhum episódio, mas agora fiquei mais curioso com a sua resenha.
    Achei bem diferente do que se costuma ver por aí.
    Bela resenha.
    Abraços.
    Diego || Diego Morais Viana

    ResponderExcluir
  8. Eu li várias críticas sobre essa série. É uma pena que poderiam ter tratado esses assuntos de uma maneira diferente..
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Nunca tinha ouvido falar dessa série.
    Bom restante de semana!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  10. ja ouvi varias opinioes controversas sobre essa serie, parece que a ideia era boa, mas que nao teve um bom desenvolvimento da historia

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  11. Quando vi o primeiro trailer até que fiquei com vontade de assistir, porém depois que ela foi lançada e começou os comentários negativos optei por não vê. Como já tenho muitas series atrasadas resolvi optar por elas.
    Apesar de adorar a protagonista não pretendo vê ♥
    Beijos
    https://recolhendopalavras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Ixi, eu nem tentei ver. O trailer já tinha me desanimado totalmente, com a gordofobia e a mensagem de vingança... São coisas que não me animam. E pelo visto, não perdi muita coisa mesmo :(
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Eu não vi essa série... e sinceramente, não verei... Primeiro por não ser muito meu estilo, segundo porque não achei que eles falaram de temas polêmicos como deveriam... A pessoa precisa sofrer um acidente para emagrecer e "se vingar"? Achei muito esquisito e não representa ninguém que passa por isso todo dia... =/

    Mundinho da Hanna

    ResponderExcluir
  14. Oi Thami,
    Eu sempre faço teste de três epis e essa tá na minha mira. Apesar que só pelo trailer, não curti muito então, bem capaz de não acompanhar mesmo.

    até mais,
    Nana e Leticia - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  15. Oi Thami, tudo bem? Realmente não é uma série fácil, o que me fez seguir até o final foi o plot do Bob que achei bem interessante e segurou meu interesse até o fim. Já a protagonista é bem intragável em boa parte da trama rsrrss

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  16. Menina, minha colega do trabalho contou a história dessa série e não achei lá essas coisas... Tinha uma ideia boa mas ficou ruim né?
    Esperamos que a segunda temporada seja bem melhor!

    Beijocas da Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir
  17. Olá, Thamiris.
    Eu assisti a série por causa da polemica e acabei gostando. Mesmo a protagonista sendo uma chata, a série valeu a pena.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  18. Oi Thami, tudo bem?
    Depois de tudo que se falou dessa série, acabei não assistindo... não me animou muito
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  19. Até hoje não consegui terminar, acho que parei no ep 8. Achei a série errada de tantas formas e em algumas achei bom mostrarem os efeitos que o bullying pode causar em alguém, só que ainda assim, achei exagerado em algumas coisas. ficou confuso, e eu me perdi total assistindo
    beijos
    http://lolamantovani.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Ainda não assistir essa série, tenho a Netflix mas ainda não tive tempo pra assistir coisa diferente.. Seguindo já
    beijos lindona

    Blog
    Postagem Recente

    ResponderExcluir

Retribuo todos os comentários aqui deixados!
Não esqueça de seguir nosso Instagram ~> @miiistoquente.