Corte de Espinhos e Rosas [Resenha do Livro]

Título Original: A Court Thorns and Roses
Título no Brasil: Corte de Espinhos e Rosas
Autor: Sarah J. Maas
Gênero: Fantasia, romance
Editora: Galera Record
Ano da Edição: 2015

Sinopse: Depois de anos sendo escravizados pelas fadas, os humanos conseguiram se libertar e coexistem com os seres místicos. Cerca de cinco séculos após a guerra que definiu o futuro das espécies, Feyre, filha de um casal de mercadores, é forçada a se tornar uma caçadora para ajudar a família. Após matar uma fada zoomórfica transformada em lobo, uma criatura bestial surge exigindo uma reparação. Arrastada para uma terra mágica e traiçoeira — que ela só conhecia através de lendas —, a jovem descobre que seu captor não é um animal, mas Tamlin, senhor da Corte Feérica da Primavera. À medida que ela descobre mais sobre este mundo onde a magia impera, seus sentimentos por Tamlin passam da mais pura hostilidade até uma paixão avassaladora. Enquanto isso, uma sinistra e antiga sombra avança sobre o mundo das fadas e Feyre deve provar seu amor para detê-la... ou Tamlin e seu povo estarão condenados.

Nota:

Visto por Último #01 [Filmes]


Hello peoples! Tudo bem com vocês? Espero que sim. Ultimamente não tenho tido muito tempo para vir aqui escrever pra vocês, entrei num curso de inglês e tenho trabalhado bastante no meu emprego. Mas não abandonei minhas raízes e nos tempos livres continuo assistindo filmes e séries! No mais, não vou conseguir postar uma resenha completa de todas as últimas obras que assisti, foi por isso que resolvi trazer esse post, um resumão do que venho vendo, claro, sem spoilers pq né. Se quiserem resenha completa de algum desses filmes é só deixar nos comentários que vou me esforçar pra postar!

Lugar Nenhum [Resenha do Livro]

Título Original: Neverwhere
Título no Brasil: Lugar Nenhum
Autor: Neil Gaiman
Gênero: Fantasia, ficção
Editora: Intrínseca
Ano da Edição: 2016

Sinopse: Richard Mayhew é um jovem de bom coração com uma vida banal, que é transformada quando ele ajuda uma garota que encontra ferida na rua. No dia seguinte, Richard deixa de existir para o mundo, como se tivesse se tornado invisível. Aquele pequeno ato de bondade o lança em um mundo que ele jamais sonhou em existir, uma Londres subterrânea em que figuras inusitadas surgem dos esgotos e das estações de metrô, um mundo povoado pela escuridão. Agora, Richard vai precisar aprender a sobreviver nessa nova cidade das sombras e surpresas, de assassinos e anjos, se quiser algum dia recuperar sua antiga vida na Londres que ele sempre conheceu.


Nota:

Dear Diary #3 - Facebookcídio

Querido diário,

São exatamente 9 meses que não tenho a tão famosa e brilhante rede social: o Facebook. Eu estaria mentindo se dissesse que não está me fazendo falta, pois nela deixei pra trás algumas amizades que fiz e que só mantinha contato por lá, deixei de dar risada dos famosos memes, e de receber notícias no geral. Mas você acredita que os benefícios que tive conseguem superar essa "falta"? Pois é... Quando algum conhecido esbarra comigo e pergunta o por que de eu estar sumida, eu simplesmente respondo que não sumi, apenas exclui definitivamente meu Facebook, as pessoas me olham como se eu fosse maluca, e a impressão é de que eu tivesse cometido um suicídio. Estranho.

Mas sabe, eu não me importo não. Pra uma pessoa que tinha problemas com ansiedade (entre outras coisas), excluir o Facebook foi como se eu tivesse tomado uma injeção de alívio, foi como se eu tivesse tirado um peso dos ombros, pois recuperei meu sossego e passei a ter mais tempo pra fazer coisas produtivas (tô me empenhando na cozinha e com o blog). E, olhando agora a situação de fora, percebi que essa rede social não passava de um enorme reino da procrastinação, onde as pessoas reclamavam demais, e, a divergência de opiniões gerava muitos conflitos e aborrecimentos desnecessários. Claro, há quem consiga equilibrar tudo isso e conviver em paz em meio a tanta guerra, mas eu não conseguia. Eu sentia uma aflição, um aperto na garganta sempre que passava um pouco de tempo a mais no Facebook.

Não vou ser hipócrita e dizer que o Facebook não serve pra nada, pelo contrário, reunir um grande  número de pessoas em um mesmo espaço virtual e ao mesmo tempo é uma qualidade pra ser aplaudida de pé, mas pra mim, nesse atual tempo e espaço, não tem tido serventia nenhuma. Contudo, mantenho meu Instagram ativo, meu Whatsapp e meu Blogger, e tenho usado tudo com moderação pra não cair na mesma cilada.

Aos defensores árduos do Facebook, me desculpe.

Um abraço a todos, e até o próximo post!

O Mecanismo [Resenha da Série]

Título: O Mecanismo
Nº de Episódios: 08 (1ª temporada)
Gênero: Drama político
Ano de Lançamento: 2018
Canal Exibido: Netflix
Classificação: Não informado

SinopseMarco Ruffo (Selton Mello), é um delegado da Polícia Federal obcecado pelo caso que está investigando. Quando menos espera, ele e sua aprendiz, Verena Cardoni (Carol Abras), já estão mergulhados em uma das maiores investigações de desvio e lavagem de dinheiro da história do Brasil. A proporção é tamanha que o rumo das investigações muda completamente a vida de todos os envolvidos.

Nota: